Sociedade

Mais água potável na vila da Quilenda

As comunidades de Mbanza e Cassamba, na vila da Quilenda, município com o mesmo nome, na província do Cuanza-Sul, contam com mais água potável, com a inauguração, na semana finda, de sistemas de captação, tratamento e distribuição.

Os empreendimentos foram construídos num pe-ríodo de três meses, com valores não revelados pelo empreiteiro.
Os sistemas vão beneficiar, nas duas localidades, mais de três mil habitantes.
O corte da fita coube à administradora municipal da Quilenda, Maria Caimboa Monteiro, na presença do governador Eusébio de Brito Teixeira. Maria Monteiro considerou que a entrada em funcionamento dos sistemas de distribuição de água potável nas duas localidades constitui um grande ganho na região, por se tratar dos primeiros sistemas daquela dimensão. “Estamos satisfeitos pelo facto de o empreiteiro ter executado as obras dentro dos prazos contratuais, mas também porque as populações deixam de percorrer longas distâncias para a ob-tenção da água para o consumo”, disse, acrescentando que com a disponibilidade de água potável nas comunidades vão diminuir as doenças de origem hídrica.
O governador Eusébio de Brito Teixeira aproveitou a ocasião para apelar aos habitantes no sentido de evitarem a vandalização dos empreendimentos sociais.
Participaram nos actos das inaugurações membros da administração municipal da Quilenda, autoridades tradicionais e população em geral.