Sociedade

Hospitais da Huíla foram reforçados com bolsas de sangue

Mais de oitocentas bolsas de sangue de 400 mililitros foram doadas às principais unidades hospitalares dos municípios do Lubango, Cacula, Matala, Chibia, Caluquembe e Cuvango, província da Huíla, por jovens filiados em diversas organizações da sociedade civil.

A campanha de doação, realizada sob o lema "Seu Sangue é a Minha Vida", mobilizou um número considerável de doadores da JMPLA, Giro, Escuteiros e associações dos estudantes universitários, entre outros.

A secretária da JMPLA na Huíla, Ilda Martins, disse ao Jornal de Angola que com esta campanha, os hospitais Dr. António Agostinho Neto, Pioneiro Zeca, Maternidade Irene Neto e as unidades sanitárias dos municípios passam a estar mais aliviados.

“Os jovens estão agora sensibilizados no que diz respeito à doação de sangue para que haja regularidade na reposição do produto”, disse Ilda Martins.

Sublinhou que com este gesto, as famílias dos pacientes deixam de se preocupar com a carência de sangue ou com a procura de grupos sanguíneos raros.

O escuteiro António Salombe, que agora é dador assíduo, ficou comovido com relatos de certas famílias de pacientes que muitas vezes são forçadas “a desembolsar algum valor para conseguir dadores de grupos raros e salvar o doente”. António Salombe afirmou que a mobilização de dadores deve ser um processo contínuo de modo que abranja cada vez mais jovens maiores de 18 anos de idade.