Sociedade

Covid-19: Autoridades sanitárias determinam cerca à Clínica Multiperfil

As autoridades sanitárias determiram , ontem, aplicar cordão sanitário à Clínica Multiperfil, onde foi detectado dois casos, dos três que testaram positivos. O outro infectado é da cerca do Hoji-ya-Henda, perfazendo 84 doentes da Covid-19.

Os dados foram avançados, ontem, em Luanda, pelo secretário de Estado para a Saúde Pública.  De acordo com Franco Mufinda, dos cidadãos infectados, dois são angolanos, de 82 e 43 anos, relacionado com à cerca sanitária da Clínica Multiperfil, no Morro Bento, em Luanda, e um da Guiné Conacri, de 35, do Hoje-ya-Henda, município do Cazenga, associado ao “Caso 31”. 

“Temos mais três casos novos todos de transmissão local. Os angolanos infectados são residentes no Talatona, município de Belas. O guineense é morador do bairro Hoji-ya-Henda, município do Cazenga, e está relacionada ao cordão sanitário daquela localidade”, precisou o governante, informando que, ainda ontem, foi aplicado a cerca sanitário à Clínica Multiperfil em função do aumento dos casos positivos da Covid-19.

O secretário de Estado, que falava, ontem, na habitual conferência de imprensa de actualização de dados da Covid-19, informou que, com mais três casos, o quadro epidemiológico em Angola passa para 84 casos positivos confirmados da doença.  Há ainda o registo de quatro óbitos, 18 recuperados e 62 pacientes activos, um dos quais requer um cuidado especial. Os restantes estão clinicamente estáveis, assintomáticos e internados nas unidades de saúde de referência.

“Esta semana, em termos epidemiológico, comparativamente a anterior, houve um aumento de 21 novos casos. Na semana passada tivemos apenas três casos, o que se pressupõe dizer que houve um acréscimo acima de 18 casos”, detalhou.  Para Franco Mufinda, os dados chamam a atenção para, cada vez, olhar pelas medidas de prevenção, como o uso de máscaras, lavagem das mãos, assim como o distanciamento físico, que são medidas básicas para a protecção.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) registou, segundo o governante, 39 chamadas, das quais uma denúncia de um caso suspeito e 38 estão relacionadas a petições de informações da Covid-19.  Em laboratório, frisou, até à data, existe um acumulado de pouco mais de 10 mil amostras colhidas, das quais 84 são testes positivos, 9.504 negativas e ainda 304 encontram-se em processamento.

O governante esclareceu que 1.132 contactos estão sob vigilância e há um acumulado da transmissão local que aponta para 49 casos positivos do novo coronavírus. Franco Mufinda disse que a quarentena institucional controla 1.048 pessoas, o revela um aumento de mais cinco indivíduos nas últimas 24 horas. Ontem foram dadas 12 altas, sendo três em Luanda, cinco na Huíla, três no Cuando Cubango e uma no Zaíre. Relativamente aos casos suspeitos, argumentou que, até à data, constam 455, verificando-se o aumento de mais uma pessoa, sendo que sob vigilância foram seguidos 1.140 contactos. Os casos positivos de transmissão local aumentou para 55.

Distribuição de materiais

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, deu a conhecer que continuam com a distribuição de materiais de biossegurança e hospitalar a nível do país. Acrescentou que há, também, um aumento da capacidade laboratorial, com a chegada ao país de dois aparelhos de biomolecular e os respectivos reagentes, o que amplia a capacidade de feitura de testes.

“Estamos a aumentar, cada vez mais, a vigilância activa e passiva no seio da comunidade e nos centros sentinela, assim como aumento dos encontros por vídeoconferências com os centros de tratamento e as províncias, de modos a estarem mais perto dos acontecimentos”, disse Franco Mufinda.  As províncias de Namibe e Huíla receberam material de biossegurança.

Em Benguela foi realizada uma palestra de sensibilização em todas as unidades sanitárias do município sede e a desinfecção da Sé Catedral e Cemitério Municipal. Já no Huambo foi promovida uma palestra de sensibilização, nos mercados municipais, e ainda a desinfecção do Hospital Municipal da Tchicala-Tcholohanga. Na Luanda- Norte houve a desinfecção do Aeroporto no município no Chitato.