Sociedade

Bombeiros recolhem um cadáver por dia

Nos últimos três meses, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros fez recolha a de um morto por dia, vítima de acidente de viação, perfazendo um total de 90 e 383 feridos.

No mesmo período, foram ainda registados no país 834 incêndios em residências e estabelecimentos comerciais, 126 casos de afogamento e 31 de presumíveis suicídios.
A informação foi prestada ontem, em Luanda, pelo comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, comissário Bênção  Cavila, durante a abertura das actividades em alusão ao 30 de Novembro, Dia Nacional do Bombeiro.
Benção Cavila admitiu que, em função do aumento de ocorrências, que ficou cifrada em 1.398, há toda a necessidade de os órgãos afins envidarem esforços para maximizar as medidas preventivas, de modo a alterar o quadro.
Os incêndios causaram danos materiais avaliados em 945.254.847 de kwanzas, ao passo que os acidentes de viação (choque entre veículos, capotamento e embate a obstáculos fixos) resultaram em 183 vítimas encarceradas em viaturas.
Ao enaltecer o empenho dos seus efectivos, o oficial comissário considerou ser fundamental desenvolver esforços no sentido de estar-se devidamente habilitado e melhorar os níveis de resposta aos incêndios e outras sinistralidades. Para tal, apontou a necessidade de realizar-se estudos e procedimentos susceptíveis de garantir a elevação dos níveis de conhecimento das populações.
No âmbito das acções preventivas, Bênção Cavila admitiu ser importante a parceria, sobretudo dos sectores da Educação e da Saúde, igrejas e famílias, para a disseminação das informações de carácter pedagógico.
O comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros disse que é fundamental que a sociedade adopte uma conduta cívica e ordeira, assim como a cultura de segurança nas zonas balneares, nos grandes centros comerciais, empresas e repartições públicas, por se tratar de es-paços propensos à ocorrência de sinistros e calamidades naturais.
O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros completa 37 anos de existência e as actividades estão a ser realizadas em todo o país, sob o lema “Pelo reforço da cultura preventiva e da resiliência no seio das comunidades, comemoremos o Dia Nacional do Bombeiro”.