Política

Petrolífera ENI reafirma investimento

A multinacional italiana do sector petrolífero ENI vai continuar a investir em Angola, um mercado onde, nos últimos 12 meses, a empresa registou um aumento da sua produção na ordem dos 50 mil barris por dia.

Para o presidente da ENI, Claudio Descalzi, o aumento é consequência de um investimento feito no Bloco 15/06 do offshore angolano e que ronda os 100 milhões de dólares norte-americanos.
Claudio Descalzi, que falava à imprensa no final de uma audiência com o Presidente da República, João Lourenço, confirmou ser pretensão da multinacional, para o próximo ano, investir mil milhões de dólares na exploração e no desenvolvimento de novas áreas no offshore.
No encontro com o Presidente João Lourenço, Claudio Descalzi disse ter sido abordada a participação da multinacional na pesquisa e exploração do crude e em outros projectos ligados ao sector.
Angola é um dos países mais importantes para a ENI, uma multinacional com presença em 70 países e com mais de 10 mil funcionários.