Política

“Liberdade” defende mais rigor e celeridade

O ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos “Liberdade”, defendeu ontem, em Luanda, maior rigor e celeridade no tratamento e seguimento dos processos de assistência social e reintegração socioeconómica dos antigos combatentes e veteranos da pátria.

Ao intervir num encontro de auscultação com funcionários do sector, João Ernesto dos Santos “Liberdade” informou que para resolver  os problemas internos do Ministério, vai começar pelos aspectos organizativos como a gestão patrimonial  e financeira, recursos humanos, condições de atendimento aos antigos combatentes e veteranos da pátria.
João Ernesto dos Santos reconheceu que os problemas existentes no sector requerem muita reflexão, ponderação e coragem para inverter o quadro, pois, frisou, incumbe ao Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria criar condições que visam garantir a aplicação do regime de protecção especial reconhecido aos antigos combatentes e veteranos da pátria nos termos da Constituição e da Lei.
O ministro lembrou que o sector dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria tem a responsabilidade de executar e velar pela implementação das políticas públicas e objectivos estratégicos traçados pelo Executivo, para a melhoria das condições sociais e do nível de vida dos antigos combatentes e veteranos da pátria e seus descendentes.
O novo ministro reconheceu a existência de um número significativo de profissionais jovens no quadro do Ministério com boas perspectivas para os desafios do sector, mas considerou que “a exibição de títulos não é o suficiente, mas sim é necessário conjugar a qualificação académica com as competências técnicas profissionais”.
João Ernesto dos Santos “Liberdade” apelou para a necessidade de formação técnico profissional dos funcionários, no sentido da elevação dos níveis de competência, bem como da cultura política e jurídica, que considerou condições fundamentais para um desempenho com sucesso das funções atribuídas.
João Ernesto dos Santos “Liberdade” visitou as instalações do edifício sede do Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, no largo dos Ministérios, que actualmente passa por um processo de reabilitação.