Opinião / Cartas dos Leitores

Aterro sanitário

É preciso que  se saiba o que realmente está a acontecer no aterro sanitário dos Mulenvos, em Viana. Tomei conhecimento  de que cidadãos estavam a retirar do referido aterro produtos   com prazos de validade expirados e a vendê-los em alguns mercados.

 Esta situação é grave e deve merecer especial atenção da nossa Polícia Nacional. 
A questão que se coloca é: quem permite que cidadãos  entrem no aterro sanitário para  recolher  produtos alimentares expirados?  A venda de produtos expirados tem sido um negócio de muitos  cidadãos.

Américo João|Viana