Mundo

Trump afasta Tillerson de secretário de Estado

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump,  demitiu o secretário de Estado, Rex Tillerson, e nomeou em seu lugar o actual director da CIA, Mike Pompeo, noticiou ontem o jornal Washington Post que teve acesso a um comunicado a dar conta desta decisão.

“Tenho orgulho em nomear o director da CIA, Mike Pompeo, como novo secretário de Estado”, afirmou Trump no comunicado a que o Washington Post teve acesso. O ainda director da CIA, por seu turno, será substituído por Gina Haspel, a primeira mulher na história a liderar os serviços de inteligência norte-americanos.
Trump e Tillerson nunca tiveram, propriamente, uma relação fácil. O perfil mais 'institucional' do então Secretário de Estado contrastava com o estilo de Donald Trump, e várias vezes os dois trocaram acusações.
No entanto, Trump não deixou de agradecer os “14 meses” em que trabalharam juntos, desejando o “melhor” para o seu antigo secretário de Estado.
Sobre Pompeo, o líder da Casa Branca manifestou “confiança” de que é a “pessoa adequada para o trabalho neste momento fundamental”.
“(Pompeo) dará seguimento ao nosso programa de restaurar o papel dos EUA no mundo, fortalecer as nossas alianças, confrontar os nossos adversários e alcançar a desnuclearização da península da Coreia”, referiu Trump no comunicado.
 Já Mike Pompeo agradeceu a oportunidade a Trump, considerando que o actual Presidente “tornou a América mais segura”.
“Estou profundamente agradecido ao Presidente Trump por me ter permitido servir enquanto director da CIA e pela oportunidade de agora servir como secretário de Estado”,  disse Pompeo num comunicado. “A sua liderança (de Trump) tornou a América mais segura e espero representá-lo e ao povo americano perante o resto do mundo, de forma a promover a prosperidade da América”, acrescentou.
Gina Haspel, por seu lado, agradeceu a “oportunidade” a Donald Trump e revelou-se honrada pela escolha. “Estou grata ao Presidente Trump pela oportunidade e humilde pela sua confiança em mim para ser nomeada a próxima directora da CIA”, afirmou.
“Mike Pompeo, director da CIA, será o nosso novo secretário de Estado. Ele fará um excelente trabalho! Um obrigado a Rex Tillerson pelo serviço prestado. Gina Haspel será a nova directora da CIA, e a primeira mulher escolhida para tal. Parabéns a todos!”, escreveu o Presidente norte-americano na rede social Twitter, que habitualmente usa.
As causas que estão na origem do afastamento de Rex Tillerson ainda não foram totalmente esclarecidas, no entanto, diz o Washington Post, Trump já tinha pedido o afastamento de Tillerson na passada sexta-feira. Uma das causas apontadas é a questão diplomática entre Washington e Pyongyang, estando previsto para Maio um encontro entre o Presidente norte-americano e o seu homólogo da Coreia do Norte, uma decisão que não passou por Tillerson, que terá ficado desconfortável e surpreso, enquanto estava de visita ao continente africano.
As tensões entre Trump e Tillerson sempre foram constantes e ambos tinham reconhecido ter diferentes pontos de vista sobre assuntos fundamentais de política externa.
A Casa Branca informou que o Presidente norte-americano escolheu este momento para informar as mudanças na sua Administração tendo em conta as negociações iminentes com a Coreia do Norte e vários acordos de comércio.