Mundo

ONU prolonga sanções contra o Sudão do Sul

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas adoptou, na sexta-feira, uma resolução que prolonga até Maio de 2021, o embargo às armas e as sanções individuais impostas ao Sudão do Sul.

Redigida pelos EUA, a resolução obteve 12 votos a favor e três abstenções, da Federação Russa, China e África do Sul. O Sudão do Sul foi criado em 2011 e mergulhou na guerra civil em Dezembro de 2013, quando o Presidente, Salva Kiir, um dinka, acusou Riek Machar, um nuer, de fomentar um golpe de Estado.