Mundo

Cadáveres depositados na sede da ONU

O insólito aconteceu na República Centro Africana (RCA) quando um grupo de manifestantes depositou uma série de cadáveres em frente à sede da representação das Nações Unidas no país exigindo o fim da violência no país.

   Um porta-voz das Nações Unidas disse que se tratava de uma manobra de “propaganda” para mostrar que a ONU “matou civis”.
Concentrados à frente da sede da missão das Nações Unidas na capital Bangui, os manifestantes disseram que os cadáveres são de civis inocentes mortos em confrontos entre tropas da ONU e grupos armados.
A missão da ONU no país reiterou que “quaisquer ataques contra forças     de manutenção de paz podem equivaler a um crime de guerra e que os autores de tais crimes seriam levados à justiça”.
A República Centro-Africana mergulhou em turbulência em 2013, quando rebeldes tomaram o poder no país de maioria cristã, que agora combate grupos muçulmanos.