Mundo

Filha de Fujimori detida por suspeita de lavagem de dinheiro

Keiko Fujimori, a filha do antigo Presidente do Peru Alberto Fujimori, ficou em prisão preventiva na sequência de um caso  de suspeita de lavagde dinheiro. A antiga candidata presidencial peruana foi detida na mesma operação que levou à detenção de 19 outros suspeitos, entre os quais dois ex-ministros, Jaime Yoshiyama e Augusto Bedoya Camare.

O risco de fuga terá sido o argumento que levoua que o juiz optasse por manter a arguida em prisão preventiva. A advogada de Keiko Fujimori, Giuliana Loza, considerou a medida arbitrária e abusiva, numa entrevista à rede local RPP.
O G1 recorda que Keiko Fujimori foi a candidata mais votada na primeira volta das eleições presidenciais peruanas de 2016, mas acabou por perder na segunda volta para Pedro Pablo Kuczynski, que entretanto já renunciou ao cargo.
O pai de Keiko, Alberto Fujimori, chegou a ser preso por corrupção e por violação dos direitos humanos.