Gente

Waldemar Bastos e Carlos Burity imortalizados em grafismo

Waldemar Bastos e Carlos Burity, duas figuras que marcaram a música angolana, foram imortalizados, na zona do Ponto Final da Ilha de Luanda, um dos locais turísticos mais movimentada da capital angolana, principalmente em época balnear.

 A iniciativa da Fundação Arte e Cultura, que ilustrou as imagens dos dois ícones da música angolana e internacional em palco, um com uma viola na mão e outro com o microfone, tem sido o ponto de atracção das pessoas pela sua luminosidade das cores transmitidas pelas paredes pintadas num enorme tanque de água. Apesar da interdição da época balnear em Angola, o local está a ser motivo de permanência de centenas de cidadãos.