Gente

O outro lado da Gente: Wilton António

Wilton Emanuel Micolo António é um docente universitário que carrega consigo o sonho de ver uma Angola justa e verdadeiramente reconciliada. No seu dia-a-dia profissional, o jovem de 30 anos transmite a esperança de que é possível construir uma Nação com a contribuição de todos. Retratamos o perfil de Wilton António que além da docência, reparte o tempo como promotor de eventos e formador.

Nome: Wilton Emanuel Micolo António.

Data de nascimento: 20 de Setembro de 1989.

Naturalidade: Maianga, Luanda.

Filiação: Francisco Manuel António e Maria Rosette de Jesus Micolo.

Calçado: 40

Ocupação: Professor universitário, formador e promotor de eventos.

Estado civil: Solteiro

Filhos: Dois. Um casal.

Sonhos: Muitos. Ver uma Angola com políticas públicas e distribuição de rendas que impacte na vida de cada angolano. Ver o país verdadeiramente reconciliado.

Sente-se realizado? Não, muito longe disso.

Tem carro próprio? Sim.

Tem casa própria? Sim.

Como se veste de segunda a sexta-feira? Formal.

E aos fins-de-semana? Informal.

Faz uso de roupa de marca? Sim. Contudo, não é algo sobre o qual dê relevante atenção.

Cor preferida: Azul.

Qual é a marca do perfume que usa? Encre Noire.

Acredita em forças ocultas? Acredito no bem e no mal.

Alguma vez foi aliciado? Sim, significativas vezes.

Como reagiu? Algumas vezes, com manifesto repúdio e outras empaticamente.

Onde passa as férias? Namíbia e, literalmente, por Angola adentro.

Cidade preferida: Lobito (Benguela) e Assunção (Paraguai).

Virtude: Privilegiar o bem dos meus próximos antes de mim.

Defeito: Rabugento e talvez demasiado rigoroso.

Vício: Música (sobretudo popular urbana angolana), Play-Station e os meus filhos.

Livro: “As Armadilhas da Mente”, Augusto Cury, “Pedagogia da Esperança”, Paulo Freire, e “Teorias em Confronto”.

Escritores: Dario de Melo, Costa Andrade Ndunduma, Adriano Moreira, Augusto Cury, Daniel Cardinalli, Joseph Nye, Mia Couto...

Uma boa companhia: Minha filha Ariela Micolo.

Músicos: Waldemar Bastos, Rui Mingas, Yola Semedo, Anselmo Ralph, Waldemar, Conjuntos Kiezos e Jovens do Prenda, Yola Semedo, Anselmo Ralph, Romeo Santos, Cullen Scott, Aretha Franklin, Boyce Avenue, Tânia Saint-val, Zeze de Camargo e outros.

Comida: Banana frita, funge com um feijão e carne seca.

Bebida: Sumos (de laranja preferencialmente).

Sabe cozinhar? Digamos, sim.

É ciumento? Ligeiramente.

Desporto: Neste momento nenhum.

Clube: Petro Atlético de Luanda.

Alguma vez mentiu? Sim.

Já foi enganado? Sim.

Ano que mais o marcou? 2013.

Porque? Nascimento da minha filha.

Deputado ou ministro, qual dos dois cargos escolheria? Deputado.

Porquê? Porque acredito que é a maior honra que um cidadão pode ter. De representar o interesse do seu povo, de agir em conformidade com o desiderato da busca do bem comum. E a possibilidade de propor soluções consentâneas e contextualizadas que demandem bem estar social, harmonia e paz generalizada.

O que acha da corrupção? O caminho para a destruição de qualquer nação ou organização. Não basta tentar combatê-la. É preciso entender os problemas estruturais sobre o qual ela aparece acoplada. O seu combate deve ser continuo e integrado. Tarefa de todos e de cada um.
Homossexualidade: Orientação sexual. Respeito.

Poligamia: Respeito