Gente

O outro lado da Gente| Augusto Prata

Augusto Prata é jornalista e já realizou um dos seus maiores sonhos, que era ser pai. Como diz, o seu maior defeito é confiar nas pessoas e de entre as qualidades, destaca o facto de preocupar-se em ajudar o próximo. Idolatra o pai, aprecia o músico Big Nelo e gosta de ler Augusto Cury

Nome: Augusto Lopes Mateus Prata.
Idade: 37.
Calçado: 42.
Ocupação: Jornalista.
Estado civil: Casado
Filhos: 5.
Sonhos: Um dos meus maiores sonhos era ser pai, aliás, já está realizado. Mas continuo a sonhar, pois, a vida é um sonho que nunca acaba.
Sente-se realizado? Ainda não.
Tem carro próprio? Sim.
E, casa? Ainda na luta e no sonho.
Que importância tem a mulher para si? Todo o homem foi gerado por uma mulher, por isso, a mulher significa vida e eu sou feliz, por ter as mulheres que Deus meteu na minha vida (as minhas duas filhas e a minha amada esposa).
Como se veste de segunda a sexta? Formalmente.
E, aos fins-de-semana? Informalmente. Visto um bom calção e calço ténis.
Usa roupa de marca? Uso o que me fica bem, não sou muito de olhar a marcas.
Cor preferida: Cinza e azul.
Qual é a marca de perfume que usa? Ibiza ( River Island).
Acredita em forças ocultas? Sim, sou africano.
Como reage a isso? De forma muito calma, pois não sou de me agitar por qualquer coisa. E, diante de Deus, todo o mal vira nada.
Onde passa as férias? Na Suécia.
Cidade predilecta: Huambo.
Virtudes: Sou carinhoso, humilde, educado e atencioso. Estou sempre preocupado em ajudar os outros.
Defeito: Confiar nas pessoas.
Vício: Trabalhar.
Ídolo: O meu pai e aprecio o Big Nelo.
Livro: "A saga de um pensador", de Augusto Cury.
Escritor: Augusto Cury.
Uma boa companhia: O meu melhor amigo, José Rodrigues.
Músico: Big Nelo.
Comida: Calulu de carne seca.
Bebida: Sumo de múcua.
Sabe cozinhar? Sei.
O quê, por exemplo? Bacalhau de broma (Comida sueca).
É ciumento? Não muito, o suficiente para a pessoa saber que estou atento.
Bate em mulher? Nunca. A minha mãe morreu e nunca me tocou.
Desporto: Não sou muito apreciador.
Clube: Petro Atlético de Luanda.
Alguma vez mentiu? Sim, por necessidade
Já foi enganado? Sim, e não foram poucas as vezes.
Ano que mais o marcou? 2013.
Porquê? Perdi um filho
O que acha da corrupção? Um mal que destruiu o nosso país e que precisa do máximo possível de atenção dos nossos dirigentes. O mal corta-se pela raiz, se queremos mudanças, deve ser na base que temos de cortar.
E da homossexualidade? Nada contra, porém, acredito que ninguém nasce homossexual. As pessoas são influenciadas.
Poligamia: Não aprovo e prefiro não comentar. Depende muito da forma como se é educado. O resto é desculpa de mau pagador.