Economia

Novo avião Dash8 aterra hoje

A primeira das seis novas aeronaves adquiridas pela TAAG à companhia Havilland of Canada Limited, em Abril último, chega hoje ao país, segundo anunciou o presidente da Comissão Executiva, Rui Carreia.

Em entrevista ao Jornal de Angola, o gestor da companhia de bandeira angolana esclareceu que a chegada da primeira aeronave ao país estava inicialmente prevista para finais de Abril último, mas só acontece hoje devido a propagação do novo coronavirus no mundo.

"Com a Covid-19, o fabricante fechou a linha de produção. Estabelecemos um calendário, em que reafirmámos os prazos inicialmente previstos. Portanto, a chegada da segunda aeronave estava aprazada para meados de Julho e assim vai ser. As outras quatro aeronaves, só depois de Outubro", disse Rui Carreira.

A aquisição dos novos aparelhos do tipo Dash8-400 enquadra-se no processo de renovação da sua frota de aeronaves, tendo custado aos cofres do Estado angolano cerca 118 milhões de dólares norte-americanos e resulta de um contrato de financiamento celebrado entre a TAAG e o Sindicato Bancário, representado pelo ABSA Bank Limited.

Pretende-se que com a compra destes aparelhos, para rotas domésticas e regionais, tornem a empresa mais lucrativa, do ponto de vista de consumo de combustíveis, custos de manutenção e globais de operacionais. Neste sentido, Rui Carreira explicou que, no quadro do processo de renovação da sua frota, estão a ser também criadas as condições para alcançar a eficiência económica e financeira da companhia.

"Quando nós decidimos adquirir essas aeronaves, estávamos, sim, a pensar na abertura de novas rotas regionais, mas a pandemia e as suas implicações, colocam-nos limitações. E uma delas é não poder abrir, para já, novas rotas, tendo em conta os custos iniciais que são, geralmente, muito altos e que a empresa não está em condições de suportar", disse.

A TAAG atende, actualmente, 17 destinos domésticos, 26 internacionais, em África, América do Sul, Europa e Ásia, com uma frota composta de 13 aeronaves das quais oito são do tipo Boeing 777 “Triple seven”.

A companhia opera nas linhas de Lisboa, Porto, Pequim, Dubai, Rio de Janeiro, São Paulo, Havana, Cidade do Cabo, Joanesburgo, São Tomé, Praia, Brazzaville, Bangui, Douala, Harare, Windhoek, Maputo, Cidade do Sal e Lagos.