Economia

Angola entre os maiores importadores de Portugal

Angola e Brasil são os países que, em 2017,  mais contribuíram para as exportações portuguesas, depois de um período de queda da procura devido à recessão financeira que assolou os dois mercados,  noticiou ontem a imprensa do país europeu.

Angola e Brasil são os países que, em 2017,  mais contribuíram para as exportações portuguesas, depois de um período de queda da procura devido à recessão financeira que assolou os dois mercados,  noticiou ontem a imprensa do país europeu.
No ano passado, escreve o português “Jornal de Negócios”, as exportações lusas de mercadorias  aumentaram em mais de cinco mil milhões de euros (1,3 triliões de kwanzas), um crescimento de 10,1 por cento e a maior variação desde 2011.
Do montante registado em exportações no último ano, 1,6 mil milhões de euros (cerca de 413 mil milhões de kwanzas) vieram de dois grupos de produtos - combustíveis e veículos automóveis -, em cerca de 32 por cento da variação anual.
Dados publicados pela  Câmara de Comércio e Indústria Portugal-Angola    com base em números do Instituto Nacional de Estatística (INE) português, entre Janeiro e Setembro de 2017, as exportações portuguesas de mercadorias para Angola registaram um valor aproximado de 1.323 milhões de euros (341 mil milhões de kwanzas), o que reflecte um crescimento de 37,2 por cento face ao período homólogo de 2016, quando o movimento havia registado 964,6 milhões (cerca de 250 mil milhões).
O peso das exportações para Angola no total das exportações portuguesas extracomunitárias viu-se, assim, aumentado de 11 por cento, em 2016, para 12,5 por cento, em 2017.
Os principais grupos de produtos de origem portuguesa importados por Angola foram as máquinas e aparelhos, com 324,6 de euros (perto de 84 mil milhões de kwanzas), seguidas dos produtos agrícolas, com 200,5 milhões de euros (cerca de 52 mil milhões de kwanzas) e dos produtos químicos, em 164,8 milhões de euros (42,5 mil milhões de kwanzas), que representam 52,1 por cento do total das mercadorias exportadas para o mercado angolano.