Desporto

Petro e 1º de Agosto goleiam adversárias

O Petro de Luanda garantiu hoje a liderança isolada do grupo preliminar B, da Taça de África dos Clubes Vencedores das Taças de Andebol, que decorre no Cairo, ao derrotar o FAP dos Camarões por expressivos  30-17. Ao intervalo as angolanas venciam por 13-7, após controlarem a resistência inicial das camaronesas que nunca passaram à frente no marcador.

Quatro horas depois, as 17h00 locais (menos uma em Angola), foi a vez de o 1º de Agosto derrotar as anfitriãs do Al Ahly por 31-15. Na primeira jornada, as militares golearam outra equipa dos Camarões, o Dynamique de Bokito, por 27-13, com favoráveis 12-6 ao intervalo, assegurando também a liderança da série A, com quatro pontos.
Tanto no primeiro como no segundo dia de prova, as angolanas superaram as expectativas, na competição feminina, com o 1º de Agosto, actual detentor do título continental e o Petro, vencedor da última edição da Taça de Angola, a serem os únicos a conseguir vitórias por números desnivelados.
Noutra partida do grupo A, ainda a contar para a primeira jornada, disputada sábado, o Heritage da RDC venceu as egípcias do Al Ahly por tangenciais 23-22. Na série do Petro, o FAP venceu o ABO Sport do Congo Brazzaville, por 25-23, antes da derrota diante das petrolíferas.
De acordo com o programa inicial da organização, para hoje estava previsto o primeiro repouso de todas equipas. No entanto a pausa é aproveitada para acerto de calendário, face à chegada tardia das equipas do Congo-Brazzaville, ao palco da prova. Na série A, Cara de Brazzaville e Heritage protagonizam o duelo congolês, onde várias jogadoras da nação de Sassou Ngesso e o técnico Celestin Mpuo defendem as cores da RDC.
Para o grupo B, depois da derrota diante do FAP dos Camarões, o ABÓ Sport do Congo tenta redimir-se na partida com Habitat da Costa do Marfim, equipa estreante nas provas continentais mas que venceu o África Sport de Abidjan, na final da Taça.
Amanhã, 1º de Agosto e Cara do Congo disputam às 19h00, na sala dois do pavilhão do Al Ahly, na sua penúltima partida da primeira fase da 34ª edição da segunda prova mais importante do continente, ao nível de clubes. As militares terminam a sua participação na etapa preliminar, depois de amanhã, às 17h00, diante do Heritage da RDC, enquanto o Petro tem pela frente o ABÓ Sport do Congo Brazzaville, duas horas antes, na sala principal.