Desporto

Associação de Árbitros forma novos talentos

O Conselho Provincial de Árbitros da Huíla, em parceria com o núcleo local de árbitros, está a formar mais de 70 jovens assistentes com aulas práticas e teóricas.

Romualdo Baltazar, presidente do núcleo e da área técnica do conselho da classe da Associação Provincial de Futebol da Huíla (APF), disse ao Jornal de Angola que nas aulas práticas participam os árbitros locais do quadro da CAF e FIFA.
Explicou que o objectivo é potenciar os novos talentos com uma formação que tem a duração de três meses. Acrescentou que no projecto estão incluídos árbitros da primeira categoria nacional e do Girabairro dos 14 municípios da província da Huíla.
“No processo de formação contamos com o Gerson Emiliano, do quadro da FIFA, e outros da CAF, que estão a transmitir a sua experiência aos futuros árbitros”, disse. Romualdo Baltazar disse que o projecto visa formar novos árbitros que atinjam patamares iguais aos de Gerson Emiliano, António de Sousa, João Gonçalves, Tânia Duarte, entre outros, na FIFA e CAF.
As aulas práticas decorrem na sede da APF-Huíla e no estádio do Ferrovia, sobretudo nos amistosos do Desportivo da Huíla, único representante da província, e em jogos das equipas do Girabairro.
O projecto contempla a criação de uma escola para iniciados no Lubango. Romualdo Baltazar revelou que foi gizado um programa, enviado aos municípios, de formação de novos árbitros principais e assistentes, que conta com a participação das administrações municipais locais.
 “Com o tempo, e em função das aptidões dos novos talentos, são chamados para estarem presentes no Lubango, a fim de serem acompanhados nos jogos dos provinciais de iniciados, juvenis, Sub-17, Sub-13 e Sub-20. O mesmo processo é abrangente ao Girabairro.