Cultura

Promotores culturais recebem homenagem

O trabalho feito pelos agentes e promotores culturais, que mesmo nesta fase de dificuldade, devido à Covid-19, continuam a promover as artes nacionais, vai ser reconhecido amanhã, em Luanda, com a realização de uma homenagem a todos os profissionais, pela Zap.

A empresa de televisão por satélite e fibra óptica pretende, com o acto, distinguir as entidades ligadas às artes, em especial à música, assim como os apresentadores do canal, através da criação de um concurso, cujos vencedores vão ser eleitos de forma online pelo público.

Em concurso, informou a organização, vão estar em disputa as categoria de melhor música urbana, moderna ou tradicional, melhor cantor, show ao vivo Zap Viva e a melhor música 2019/2020.

Outra categoria em concurso, adiantaram, é a de televisão, na qual é distinguido o melhor apresentador, re-pórter, programa da actualidade, de talentos e de entretenimento, ligados à própria Zap. A gala, a semelhança de outras, decorre de forma virtual, tendo em conta as medidas de prevenção contra a Covid-19, e os mais votados são os vencedores e recebem o galardão “Globos/Zap”.

O coordenador do canal Zap Viva, Jorge Antunes, disse que a votação é abrangente, sobretudo para aqueles que se encontram no exterior do país, com realce para Moçambique e Portugal. “A perspectiva é de gradualmente incluir outras categorias e tornar o concurso de âmbito nacional um dia”, revelou.

Com representação em todo o país, assim como em Moçambique, a Zap tem mais de 1.500 colaboradores, que prestam serviço para mais de 1.5 milhões de clientes, informou a coordenadora da unidade de televisão, Catarina Natavira, para quem é oportuna esta homenagem aos músicos e apresentadores, pois são os maiores contribuintes na manutenção das audiências.