Cultura

Louvre reabre com novas regras de segurança

O Museu do Louvre, em Paris, reabre na próxima segunda-feira, com novas regras de segurança, como reserva prévia de horário de visita, percursos assinalados, uso obrigatório de máscara e cumprimento do distanciamento social, anunciou a instituição.

O museu mais visitado do mundo fechou portas no dia 13 de Março, devido à pandemia de Covid-19, que obrigou os países a adoptarem medidas restritivas e quarentenas para evitar a propagação do novo coronavírus.

Na segunda-feira, volta a abrir ao público, mas a bilheteira ‘online’ está a funcionar desde o dia 15 de Junho para venda de bilhetes e reserva prévia de horário de visita, estando o número de visitantes reduzido, de acordo com a informação disponível na página oficial do Louvre.

O museu esclarece que será possível comprar entradas no próprio dia, desde que haja vagas disponíveis e que a participação seja baixa, mas só a reserva antecipada garante a entrada.

O uso da máscara é obrigatório para os funcionários do Louvre e para visitantes a partir de 11 anos, que devem trazer a própria máscara, uma vez que o museu não as fornece, e o acesso só será permitido após passar as mãos por um dispensador com solução alcoólica.

Estão previstas também as visitas guiadas para grupos de até 25 pessoas, mas os guias do museu devem estar equipados com capacetes e microfones. Os espaços do museu são sinalizados para definir a direcção da visita e evitar o cruzamento de visitantes, estando já afixadas as etiquetas azuis que balizam os itinerários.

O trabalho de limpeza final está a ser feito para tornar acessível 70% do espaço (45.000 metros quadrados) do museu.

Inicialmente, a participação será baixa, sem a presença de chineses, americanos, coreanos e brasileiros, e sem as habituais multidões em frente ao quadro da Mona Lisa, de Leonardo da Vinci.

Já antevendo as ‘selfies’ junto ao famoso quadro de Leonardo da Vinci, foram colados ao chão anéis de "estacionamento" cor de laranja, guardados por vigilantes do museu, que garantem a sua correcta utilização, sobretudo nos casos de visitas em família.

O dia escolhido para a reabertura foi uma segunda-feira, para permitir que na terça-feira - dia de encerramento semanal - se façam os ajustes e as correcções necessárias.

Desde que a bilheteira ‘online’ abriu, já reservaram horários para visitas 12 mil pessoas, 80% das quais para o mês de Julho, de acordo com dados dos responsáveis do museu.

O museu abre todos os dias, excepto terças-feiras e 25 de Dezembro, entre as 09h00 e as 18h00.