Cultura

John Bella participa em eventos literários

O Centro Cultural Afro-brasileiro e a Biblioteca Zumbi dos Palmares, afecta à Editora Casa de Cultura, realiza desde segunda-feira e até domingo a Feira Literária de Taubaté (FLIT),  e 19 a 26 deste mês  a Semana de Literatura da Editora Casa de Cultura, iniciativas que contam com a presença do escritor John Bella.

No evento literário FLIT John Bella vai participar no stand do Centro Cultural Afro-brasileiro e Biblioteca Zumbi dos Palmares, onde lhe vai ser conferido o Certificado de Autor Ilustre de Zumbi, devido à apresentação do seu livro  “Embebedaram a Chuva”, em Março de 2016, e a excelente actuação literária, ao desempenhar com palestras, recitais e apresentação de estórias em várias cidades de São Paulo.
O escritor angolano autografa no sábado o seu livro infantil “As Lágrimas do Rei Sol” e profere uma dissertação sobre a panorâmica da produção literária infantil em Angola. Para tal, o autor levou ao certame livros de autores nacionais que cultivam este género, tais como de Maria Eugénia Neto, Dario de Melo, Cremilda Lima, Celestina Fernandes, Gabriela Antunes, Rosalina Pombal, Kanguimbo Ananaz, Lito Silva, Octaviano Correia, Maria João e Yola Castro, que estão expostos na tenda da Editora brasileira “Casa de Cultura”.
A pedido de alguns autores da nova geração, John Bella começou já a encetar contactos com as editoras brasileiras para uma possível publicação dos livros de autores angolanos, uma vez que a edição no país tem sido prejudicada negativamente, em função do período menos bom que atravessa a economia nacional.
Esta é a segunda vez que John Bella se desloca  a Taubaté. A primeira aconteceu em Março do ano passado e o seu desempenho positivo esteve na base deste novo convite. A Feira Literária de Taubaté é considerada um dos maiores eventos literário no Brasil.
Autor de “Agua da Vida”, “Panelas Cozinharam Madrugadas” e “A Canção Mágica” John Bella é  pseudónimo literário de Jorge Marques Bela. Nasceu no antigo Bairro Mota, município do Sambizanga, a 30 de Setembro de 1968. Membro fundador da Brigada jovem de literatura de Angola, ingressou nesta associação em 1984, conjuntamente com outros jovens que desde muito cedo se interessaram pelo movimento literário e estético nacional.
John Bella é membro da União dos Escritores Angolanos (UEA). Em 1995, publicou a sua primeira obra poética, intitulada “Água da Vida”, factor que o levou a apresentar nas províncias de Benguela, Bengo, Bié, Cabinda, Huambo, Huila e Cunene, beneficiando da apreciação dos leitores dessas províncias. Com esta obra, em 1996, foi eleito “Escritor do Ano em Angola”.
Com o mesmo trabalho e associado á qualidade dos versos, que transcendem a vulgaridade “parafraseando o escritor Uanhenga Xitu, prefaciador do livro”, em 1996 foi eleito escritor do ano em Angola, tendo sido agraciado com o prémio “Galax”.
 Em 1997 participa em Cuba no décimo quarto Festival Mundial da Juventude e Estudantes, com uma actuação literária positiva, destacando-se a apresentação do seu livro no local, e a recolha de número considerável de assinaturas de escritores e intelectuais de várias nacionalidades,  com vista à libertação incondicional de Xanana Gusmão, o líder do povo “maubere”.
Em 2011 lançou o romance 'Os Primeiros Passos da Rainha Njinga', em 2012 publicou outro romance 'O Regresso da Rainha Njinga'.